Mein Deutsch ist kaputt – aprendendo novas línguas

E aí, galera, tudo bem?

Tudo, né? Porque vocês não estão estudando alemão! Senão estariam com a cabeça explodindo e saindo fumaça! Que língua…

Mas não se desespere…estamos aqui pra ajudar trazendo um post confuso e trilingue.

Português não é lá uma língua fácil mas tá, aprendemos por bem ou por mal. Inglês não é tão difícil e, em um país tão americanizado como o nosso, somos constantemente expostos à 3a língua mais falada no mundo (sim, 3a. A 1a é Chinês e 2a Espanhol – onde será que entra o Portuñol?!) querendo ou não. E tal exposição da uma ajudinha na hora de aprender pra valer.

Agora, e se você não quer nada com o Inglês, seu negócio é aprender Francês além do “Voulez-vous coucher avec moi ce soir?” (você quer dormir comigo esta noite?)?

Bom, também não podemos te ajudar porque viemos falar de alemão…não, não, brincadeira. Vai lendo aí que esse post vai te dar um empurrão pra aprender qualquer idioma!

Lembra da Solange do BBB de sei lá quando cantando várias músicas em Solangês (aquele inglês adaptado) sem se importar se estava certo ou errado? E se você parasse pra descobrir sobre o que está cantando? No final de 2004 – como assim já tem quase 13 anos???!!! – o meu ano de au pair nos EUA estava quase acabando e eu decidi que não queria voltar pra minha vida de Brasil e que iria pra Europa. Comecei a pesquisar quais países ofereciam visto de au pair para brasileiros e acabei optando por França ou Alemanha. Conversa (online), conversa vem, aconteceu Alemanha. Mas tinha um porém: o pedido de visto vinha acompanhado de uma entrevista pois você precisava mostrar conhecimento básico de alemão e até então eu não falava nem “hallo”.

Fui no bom e velho Orkut e entrei na comunidade Au Pairs in Deutschland onde conheci mais um monte de meninas e meninos que estavam se preparando pra ir pra Batatolândia também. Uma delas foi a minha fiel escudeira, Cinthia, que acabou ficando pelo velho continente também, e a Miche, que voltou pro Canadá querido dela.

Como nós tínhamos muito tempo pra fazer tricô, começamos a pesquisar filmes e bandas alemãs pra ver se conseguíamos aprender alguma coisa. E foi aí que começamos a nos apaixonar pela música…

– Mas você falou que esse post era trilingue…até então é todo tupiniquim…¿que pasa?

Então…é que eu tenho um blog de música em inglês e, recentemente, escrevi sobre a tal música alemã e fiz uma playlist com várias!

Clique aqui para achar a playlist!

Me lembrei da época que estava aprendendo o bendito idioma e como aquelas canções me ajudaram e achei legal dividir com vocês…

O texto tá em inglês, então serve pra matar dois coelhos! Mas se você não tiver interesse mesmo na língua da tia Beth, é só descer um pouco e a playlist tá lá!

E isso serve pra qualquer língua! Aliás, se alguém quiser recomendações de músicas em Francês, Sueco, Espanhol e Italiano, também tenho…pra quem quiser só Inglês mesmo, tenho milhares!! Segue lá a página Made You a Mixtape que sempre mando sugestões!

E hoje em dia existem muito mais opções na internet pra aprender idiomas…me despeço com mais uma dica: o aplicativo Duolingo. Baixa lá e experimenta!

Anúncios

Quero ser au pair: mas aonde?! ¯\_(ツ)_/¯

“Oi, como faço pra ser au pair?” – recebemos emails e mensagens com essa pergunta frequentemente e a resposta que damos é sempre a mesma: “aonde?”.

O programa de au pair é visto de diversas maneiras por pessoas diferentes. Há candidatos que acham que vão passar um ano de férias, assim como há famílias que acham que vão ter mão de obra barata. Na verdade, au pair é um programa de intercâmbio onde, em troca de um quarto, alimentação e uma mesada, você ajuda uma família a cuidar das crianças e da casa.

É uma experiência fantástica!! que recomendamos a todos mas, infelizmente, certas culturas e pessoas não estão abertas à receber um “estranho” em casa, muito menos um que vá morar por 1 ano! O Brasil, por exemplo, é um desses países…várias vezes recebemos emails de estrangeiros querendo saber como podem fazer para ser au pair no nosso país.

Mas o ponto no qual queremos chegar é: o primeiro passo para entrar nessa vida de au pair é decidir pra onde ir e nem todo país oferece esse programa muito menos está aberto a ele. Se o lugar onde você quer morar está nessa lista, não se desanime. Existem MUITAS outras opções incríveis que podem te surpreender!

Na nossa página de vistos temos uma lista dos países que oferecem essa oportunidade. Dá uma olhadinha por lá…estamos no Instagram também com uma conta que deixamos de lado mas vamos começar a compartilhar mais fotos dos lugares por onde passamos nessa vida de au pair e outros milhares! Segue a gente lá pra um pouquinho de inspiração… 😉

Dica de leitura: Au Pair na Alemanha

Estava pela web fazendo umas pesquisas quando encontrei esse texto ótimo da Luzi, au pair na Alemanha, falando sobre as características que ela acha que todo(a) au pair deve ter.

Desde o tempo de Orkut e da nossa querida comunidade “Au Pairs” que venho recebendo (sim, há mais de 10 anos!) perguntas de todos os tipos de pessoas sobre o programa. Vários me perguntam somente “como faço pra ser au pair?” mas não têm a menor idéia nem de pra onde querem ir!

Sem problemas. Quem disse que precisamos ter todas as repostas logo de cara?

Sempre recomendo essa experiência pra todo mundo que quer crescer, se conhecer, viajar o mundo, conhecer gente nova de todos os tipos…ou mesmo pra quem não sabe se casa ou compra uma bike!

Aqui vai o link para o texto da Luzi, 10 coisas que todo(a) au pair deve ter!

Dá uma lida! Mesmo se você achar que não se encaixa, acho que a característica crucial é DISPOSIÇÃO! Disposição para se jogar nessa experiência de coração aberto para o que vier a acontecer. Disposição pra passar o dia brincando, para encarar a saudade e as diferenças culturais, disposição para aprender sobre si mesmo e para aproveitar cada segundo!

Au Pair brasileira encontrada morta nos EUA

jhessuca

A au pair Jhessica Silva, de 24 anos, depois de pouco mais de 2 anos morando com uma família em Long Island (NY), foi encontrada enforcada dentro de um armário e teve sua morte dada como suicídio.

Seus pais estão transtornados não só pela perda de sua única filha, mas pela falta de respostas.

Muitos fatores os levam a acreditar que a menina não tirou sua própria vida mas a polícia de Suffolk County encerrou o caso rapidamente, sem uma profunda investigação, mesmo com dados como o fato de Jhessica ter pago o semestre seguinte da faculdade que cursava e da autópsia ter acusado a presença de sedativo em seu sangue.

A família não tem meios financeiros para tentar continuar nessa luta pela verdade e nem tem tido o apoio do Brasil (enquanto a presidente fica transtornada com a pena de morte do brasileiro que infringiu a lei de outro país…não que eu tenha sido a favor disso, mas o desrespeito com os pais de Jhessica é absurdo!).

Não temos muito o que fazer agora, mas podemos – e devemos! – não só espalhar a notícia, como assinar e compartilhar essa petição endereçada a Pete King, da US House of Representatives, pedindo que intervenha e peça a polícia de Suffolk County que reabra a investigação.

Vamos ajudar esses pais! Poderia ter sido qualquer um de nós!

 

AU PAIR INFO BRASIL

BEM VINDO AO AU PAIR INFO BRASIL!

FOI EM 2005, ENQUANTO ME PREPARAVA PARA COMEÇAR A MINHA SEGUNDA EXPERIÊNCIA COMO AU PAIR QUE DECIDI FAZER UM SITE COM TODAS AS INFORMAÇÕES PARA QUEM SE INTERESSAVA EM EMBARCAR NO PROGRAMA, OS PAIS PREOCUPADOS E QUEM MAIS SE INTERESSAVA.

O BOM E VELHO ORKUT ESTOROU QUANDO EU ESTAVA NO COMEÇO DO MEU PRIMEIRO ANO COMO AU PAIR. NO CASO, NOS EUA. E FOI POR LÁ QUE TUDO COMEÇOU: TROCA DE INFORMAÇÕES E EXPERIÊNCIAS, COMEÇOS DE AMIZADE, ETC.

RAPIDAMENTE A COMUNIDADE DE AU PAIRS CRESCEU. DIARIAMENTE VINHAM JOVENS DO BRSIL INTEIRO QUERENDO SABER MAIS SOBRE O PROGRAMA, COMO ENTRAR NESSA, ONDE IR, O QUE PRECISAVAM E FOI DAÍ QUE SURGIU A IDÉIA DE COLOCAR TODAS AS INFORMAÇÕES EM UM LUGAR SÓ.

DE LÁ PRA FRENTE, NĀO PAREI MAIS E ACABEI NĀO TENDO TEMPO DE CONSTRUIR ESSE GUIA.

NÃO FOI A RESOLUÇÃO DE ANO NOVO DE 2013, MAS PODERIA TER SIDO.

AQUI VOCÊ ENCONTRARÁ INFORMAÇÕES SOBRE OS PAÍSES ONDE O PROGRAMA FUNCIONA E OS REQUERIMENTOS PARA SEUS RESPECTIVOS VISTOS, DICAS DE QUEM JÁ FOI SOBRE VIAGENS, MALAS, ADAPTAÇÃO, O QUE PERGUNTAR PARA SUA POTENCIAL FAMÍLIA ANFITRIÃ E AFINS.

QUALQUER COISA QUE QUEIRAM VER POR AQUI, DICAS, SUGESTÕES E RECLAMAÇÕES, POR FAVOR NÃO HESITEM EM ME ESCREVER.

INTERESSADOS EM CONTRIBUIR COM TEXTOS, INFORMAÇÕES, DICAS E DEPOIMENTOS SOBRE SUAS EXPERIÊNCIAS TAMBÉM SERÃO MAIS DO QUE BEM VINDOS.

BOA VIAGEM!